Portugal volta a perder com os Estados Unidos

Dois jogos, duas derrotas, sete golos sofridos e zero marcados. É este o saldo da seleção nacional feminina, após o duplo confronto de preparação com os Estados Unidos. Na partida da madrugada desta quarta-feira, as bicampeãs venceram por 3-0.

Francisco Neto fez várias alterações no onze, relativamente ao primeiro jogo, mas o desfecho manteve-se, muito por culpa de Carli Lloyd. A veterana avançada, titular face às lesões de Alex Morgan e Megan Rapinoe, bisou na partida, com golos aos 22 e 32 minutos, o segundo de grande penalidade.

De pouco valeu a boa exibição da guarda-redes Inês Pereira, que impediu, com várias defesas de bom nível, um resultado mais dilatado. Lindsey Horan, ao minuto 83, fechou a contagem para as norte-americanas.

O estágio nos EUA serviu de preparação para a qualificação para o Euro 2021, que arranca a 4 de outubro, frente à Albânia. As outras seleções do grupo E são Escócia, Finlândia e Chipre.

Equipas ao alcance de Portugal e que dão esperança no segundo apuramento da história nacional para uma grande competição, a nível sénior.

Partilhar