MP pede libertação de Fernando Mendes, ex-líder da Juve Leo

O ex-líder da Juventude Leonina, Fernando Mendes (C), chega acompanhado por elementos da polícia ao Tribunal do Barreiro, onde vai ser ouvido por suspeitas de comparticipação na invasão e agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting na Academia de Alcochete em maio no Barreiro 07 de junho de 2018. No dia 15 de maio, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na Academia do clube por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos, jogadores e ‘staff’. CARLOS SANTOS/LUSA

O Ministério Público (MP) pede a libertação de Fernando Mendes, antigo líder da claque Juventude Leonina, por razões de saúde.

Fernando Mendes está em prisão preventiva na condição de arguido no caso do ataque à Academia de Alcochete, em 15 de maio do ano passado.

O conhecido adepto do Sporting necessita de um transplante de medula óssea.

Fernando Mendes está em prisão preventiva desde junho de 2018, por suspeita de participação no ataque à Academia do Sporting, onde jogadores e elementos da equipa técnica foram agredidos.

Partilhar