Messi virtualmente eleito Bota de Ouro pela sexta vez na carreira

Lionel Messi é, novamente, vencedor do prémio Bota de Ouro, que premeia o melhor marcador do campeonatos europeus.

O avançado do Barcelona apontou 36 golos na La Liga, mais três do que Kylian Mbappé, que precisava de um “poker” esta sexta-feira, contra o Reims, para igualar o argentino.

Esta é a sexta vez que Messi vence o galardão, depois de ter vencido em 2010, 2012, 2013, 2017, 2018 e 2019, e distancia-se de Cristiano Ronaldo como o jogador com mais prémios. O português tem quatro conquistados, em 2008, 2011, 2014 e 2015.

Fabio Quagliarella, veterano ponta-de-lança de 36 anos da Sampdoria, terminou no terceiro posto, com 26 golos apontados na Serie A. O avançado tem ainda uma jornada por disputar, mas precisa de 11 golos para destronar o argentino.

É preciso descer até ao 14º da lista para encontrar o nome de Cristiano Ronaldo, que apontou 21 golos na sua primeira temporada na Serie A, ao serviço da Juventus.

Haris Seferovic, avançado Benfica e melhor marcador do campeonato português, termina em 28º lugar, com 23 golos apontados, mas com cada golo a valer menos pontos, devido à baixa cotação dada à I Liga portuguesa.

Bruno Fernandes, que fez 20 golos, termina em 48º, e Rafa Silva termina no 92º posto, com 17 tentos certeiros.

Partilhar