Corona falha pré-convocatória do México para a Gold Cup

FC Porto's Jesus Corona reacts after missing a goal against Santa Clara, during their Portuguese First League soccer match, held at Dragao stadium, Porto, Portugal, 20 April 2019. JOSE COELHO/LUSA

Jesús Corona não está entre os 29 jogadores pré-selecionados pela seleção do México para a Gold Cup. O extremo do FC Porto, que esteve, esta época, envolvido numa polémica devido a uma lesão, foi descartado pelo selecionador, o argentino Gerardo “Tata” Martino.

O problema teria ficado sanado depois de uma visita do departamento médico da seeleção mexicana ao Porto, altura em que Martino revelou que Corona estava “contemplado” para a Gold Cup. No entanto, esse cenário não se confirma e o extremo fica fora das contas da prova continental da CONCACAF, que se realizará entre os dias 15 de junho e 7 de julho.

“A realidade é que não voltei a falar com Corona depois dos jogos amigáveis com Paraguai e Chile. A convocatória foi feita e ele era um dos que estava considerado, mas analisámos e decidimos não o convocar. Dentro dos 29 jogadores, Corona não entrava”, explicou Tata Martino, em declarações à imprensa local.

Herrera, também do FC Porto, fica igualmente de fora, embora a sua ausência já fosse conhecida. O médio anunciou que não iria à Gold Cup, para “poder definir o futuro profissional”. Em contraste, há vários ex-FC Porto na lista: o guarda-redes Raúl Gudiño (Chivas), o lateral Miguel Layún (Monterrey) e o central Diego Reyes (Leganés), além do avançado Raúl Jiménez (Wolverhampton), ex-Benfica.

Partilhar