Herrera não vai à Gold Cup para “definir o futuro”

Hector Herrera anunciou que vai falhar a Gold Cup, este verão, pela seleção mexicana, para recuperar da desgastante temporada no FC Porto e para refletir sobre o seu futuro profissional. Num curto comunicado nas redes sociais, o internacional mexicano e capitão do FC Porto explicou os motivos para a decisão.

“Sinto que preciso de recuperar a minha plenitude física, depois do desgaste físico e mental de uma época em que disputei mais de 50 jogos oficiais pelo meu clube. Para além disso, preciso da oportunidade de definir o meu futuro profissional”, pode ler-se.

Herrera está em final de contrato com o FC Porto, e é dado como certo em Espanha que vai rumar ao Atlético de Madrid. Uma participação na Gold Cup, prova de seleções da América do Norte, implicaria que Herrera chegaria mais tarde aos trabalhos de pré-época, quer seja no FC Porto, caso renove, ou num novo clube, caso decida sair.

O médio mexicano tem tido pouco descanso no final das últimas temporadas. Herrera participou na Taça das Confederações em 2013, no Mundial do Brasil, em 2014, na Gold Cup, em 2015, na Copa América, em 2016, na Taça das Confederações, em 2017, e novamente no Mundial, em 2018.

No FC Porto desde 2013/14, Herrera soma um total de 34 golos marcados em 243 jogos disputados.

Partilhar