Diogo Queirós quer despedir-se de Hélio Sousa com a conquista do Mundial sub-20

O jogador da seleção nacional de futebol de sub-19, Diogo Queirós, festeja a sua vitória no Campeonato da Europa, no aeroporto Humberto Delgado em Lisboa, 30 de julho de 2018. TIAGO PETINGA/LUSA

Diogo Queirós, capitão da seleção portuguesa de sub-20, admite o objetivo de conquistar o Mundial, na Polónia, para dedicar a Hélio Sousa, que vai deixar a liderança das equipas jovens de Portugal para assumir a seleção do Bahrain.

“Durante estes anos que estivemos juntos criámos laços e uma grande relação entre treinador e jogadores. Já conseguimos grandes feitos juntos e queremos um último. Seria uma boa prenda para ele e para todos os jogadores, que iriamos sair todos valorizados”, disse, à chegada à concentração, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

O defesa-central do FC Porto, que já levantou o Europeu sub-17 e sub-19, não esconde o objetivo de vencer a prova. “Se não sonharmos com isso, não valeria a pena irmos à Polónia. Queremos o que as outras 23 seleções querem, que é ser campeões do Mundo. Vamos dar o máximo para sermos superiores e levantar o troféu no final”.

A seleção portuguesa viaja para a Polónia no 20 de maio. Portugal disputa o grupo F da prova, contra a Coreia do Sul, Agentina e África do Sul.

Partilhar