Hamilton vence em Barcelona e assume liderança do Mundial de Fórmula 1

epa07073371 British Formula One driver Lewis Hamilton of Mercedes AMG GP in action during the qualifying session at the Suzuka Circuit in Suzuka, central Japan, 06 October 2018. The Japanese Formula One Grand Prix that will take place on 07 October. EPA/FRANCK ROBICHON

Lewis Hamilton venceu, este domingo, o Grande Prémio de Espanha, disputado no circuito de Barcelona.

O piloto inglês arrancou a corrida em segundo lugar, atrás do colega de equipa Valtteri Bottas, mas conseguiu a ultrapassagem logo na primeira curva da circuito, disparando para uma corrida tranquila na liderança.

A corrida aqueceu na volta 49, após um choque entre Lance Stroll e Lando Norris, que obrigou a entrada do “Safety Car” durante várias voltas, que limita a velocidade dos restantes carros, e aproximou todos os pilotos.

A Ferrari continua a não conseguir competir com a Mercedes. Vettel arrancou a corrida no terceiro lugar, posto que perdeu para Max Verstappen, piloto da Red Bull, que voltou a conseguir o pódio. Vettel e Leclerc terminaram em quarto e quinto lugar, respetivamente. Pierre Gasly, da Red Bull, continua em recuperação, depois de um início de temporada negativo, e foi sexto classiicado.

A Haas foi a equipa em destaque no meio da tabela. Kevin Magnussen foi sétimo, aproveitanto a entrada do “Safety Car” para subir à posição, e aproveitou os deslizes do colega de equipa Grosjean, que teve um problema nos pneus e terminou a corrida em décimo lugar, amealhando os primeiros pontos da temporada.

O espanhol Carlos Sainz, da McLaren, a correr em casa, terminou a corrida em oitavo lugar, e Daniil Kvyat, da Toro Rosso, também somou pontos, no nono posto. Albon, Ricciardo, Hulkenberg, Sérgio Pérez, Raikkonen, Giovinazzi, Russell e Kubica ficaram fora dos pontos.

A corrida mais rápida foi também de Lewis Hamilton, amealhando o ponto extra. Com esta vitória, Hamilton ultrapassa Valtteri Bottas na liderança da classificação geral da Fórmula 1. Verstappen ultrapassou Vettel no terceiro lugar da classificação.

Partilhar