Toyota troca Fernando Alonso por Brendon Hartley

Fernando Alonso vai deixar o Mundial de Resistência (WEC) para assumir outros desafios pela Toyota Gazoo Racing, o braço desportivo da marca japonesa. O piloto espanhol, duas vezes campeão de Fórmula 1, passa o testemunho a Brendon Hartley, neozelandês com experiência no WEC, pela Porsche, marca com a qual ganhou as 24h de Le Mans em 2017.

Alonso, que venceu as 24h de Le Mans no ano passado, pela Toyota, despde-se do WEC após a próxima edição de Le Mans, que decorre entre 15 e 16 de junho.

“Ganhar Le Mans é um dos capítulos importantes da minha carreira. É um bom momento para novos desafios com a Toyota. Nós ainda temos duas corridas importantes e quero despedir-me com um novo título de campeão mundial de resistência”, disse Fernando Alonso que, muito provavelmente irá participar no Dakar já em 2020, com um a Hilux.

Outra possibilidade, essa a encerrar muita expectativa, seria vermos Alonso aos comandos de um Yaris no Mundial de Ralis.

Hartley sucede a Alonso na próxima temporada do WEC. O piloto, de 29 anos, esteve na Fórmula 1, em 2018, a bordo do Toro Rosso.

Partilhar