Neuville ganha Rali da Argentina

O piloto belga Thierry Neuville (Hyundai i20) venceu o Rali da Argentina, quinta prova do Mundial, e aumentou a vantagem sobre o francês Sebastien Ogier (Citroën C3), segundo no campeonato, para 10 pontos.

Neuville, que partiu para o terceiro dia da prova argentina com 45 segundos de vantagem sobre o norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20), venceu a segunda de três especiais de hoje, somando ainda três pontos graças ao terceiro posto na ‘power stage’ final, vencida por Ogier, que somou cinco pontos.

“Não posso pedir mais depois de conseguir a minha segunda vitória neste evento, segundo consecutivo este ano. O carro esteve impecável ao longo de todo o fim de semana”, disse Neuville, após o 11.º triunfo da carreira, o segundo do ano.

O hexacampeão mundial Sébastien Ogier manteve um intenso duelo com o irlandês Kris Meeke (Toyota Yaris), que ficou decidido apenas na especial final, com o piloto da marca nipónica a sofrer um furo e a perder seis segundos para o francês.

Antes disso, na penúltima especial, em Mina Clavero, o francês acertou no pilar de um portão e danificou a direção do seu C3, cedendo um minuto e caindo para o quarto lugar. Mas Meeke viria a ser penalizado por ter atalhado precisamente no mesmo local onde Ogier bateu, depois de uma denúncia da Citroën.

Com estes acontecimentos, o francês terminou no degrau mais baixo do pódio, a 1.04,8 minutos do vencedor. “Tentei manter o ritmo até à ‘power stage’, pois estavam demasiado rápidos para mim”, explicou.

Meeke foi o quarto classificado, a 1.06,2 minutos de Neuville, enquanto o finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota Yaris) ainda conseguiu roubar o quinto lugar a Dani Sordo (Hyundai i20).

No Mundial de pilotos, Neuville lidera com 110 pontos, contra os 100 de Ogier e os 82 do estónio Ott Tanak (Toyota Yaris), que não foi além do nono lugar no rali.

Entre os construtores, a Hyundai lidera com 157 pontos, seguida da Toyota, com 120 e da Citroën, com 117. A M-Sport Ford é a última, com 78 pontos.

A próxima ronda decorre dentro de duas semanas, de 10 a 12 de maio, no Chile, antes de o campeonato rumar à Europa com o Rali de Portugal, de 30 de maio a 2 de junho.

Partilhar