FPF exige reintegração do Gil Vicente na I Liga na próxima época

PORTUGAL GIL VICENTE

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) emitiu um comunicado, esta quinta-feira, a exigir a reintegração do Gil Vicente na I Liga já na próxima época, 2019/20, independentemente dos entraves que possam surgir.

No site oficial, a FPF recordou que, a 25 de maio de 2016, o Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa declarou nula a pena disciplinar de descida de divisão ao Gil Vicente, em 2006/07, devido ao caso Mateus. Já em 2017, foi assinado um acordo pelo presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, em que era assumida a reintegração efetiva do Gil na I Liga em 2019/20, com “efeitos que se estendem a todo o Futebol Sénior Nacional e não apenas à I Liga”.

Na quarta-feira, o jornal “Record” revelou que Liga, Belenenses e gilistas tinham escondido um documento à FPF, que faria com que a reintegração do Gil Vicente na I Liga não fosse um dado tão adquirido como, até agora, se pensava. A FPF exige que se cumpra o que ficou definidido em dezembro de 2017.

“Os factos mais recentes vindos a público – quase três anos após a primeira decisão da Direção da Federação Portuguesa de Futebol nesta matéria –, em nada alteram a posição da FPF”, pode ler-se no comunicado do organismo, que garante que não terá “uma atitude passiva” face a esta situação.

“A FPF não aceita que as expectativas criadas em todas as entidades e agentes desportivos, por via das alterações regulamentares e deliberações tomadas no seio da LPFP, sejam frustradas neste momento, com impactos negativos em todas as competições seniores nacionais.”

Partilhar