Utilização irregular de Junior Moraes pode dar os três pontos a Portugal

A Ucrânia pode ter defrontado a seleção de Portugal e do Luxemburgo com um jogador irregular. Segundo avança o “Maisfutebol”, o avançado Junior Moraes, brasileiro naturalizado ucraniano, poderá não cumprir todos os critérios da FIFA para alinhar pela seleção ucraniana.

O goleador do Shakhtar Donetsk foi suplente utilizado contra Portugal e titular contra o Luxemburgo. Ainda assim, Junior Moraes pode não cumprir o requisito de ter vivido cinco anos ininterruptos na Ucrânia, presente no artigo 7º dos Estatutos da FIFA.

O avançado chegou em 2012 para o Metalurh Donetsk, e deixou a Ucrània depois de quatro anos e oito meses, quatro meses antes de cumprir os cinco anos seguidos em solo ucraniano. Junior Moraes rumou ao Tianjin Tianhai, em 2017, e regressou pouco depois ao Dínamo de Kiev.

A FIFA e UEFA serão chamadas para esclarecer a situação, até porque, segundo o “Maisfutebol”, a Federação do Luxemburgo já anunciou que vai apresentar protesto junto da UEFA ainda esta terça-feira.

A Ucrânia empatou em Portugal e venceu no Luxemburgo, mas pode ver os quatro pontos serem retirados como sanção. A confirmar-se, Portugal passaria a segundo lugar do grupo, com quatro pontos, e o Luxemburgo passaria para a liderança, com seis pontos.

Partilhar