Liga revoga castigo a Raúl Silva por cotovelada a Acuña

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol anunciou, esta terça-feira, que revogou os dois jogos de castigo aplicados ao defesa Raúl Silva, do Sporting de Braga, depois de uma cotovelada a Acuña, no jogo da 22ª jornada da I Liga, em Alvalade.

O central brasileiro foi castigado com dois jogos de suspensão, depois de uma participação do Sporting, em que acusavam Raúl Silva de agredir Acuña, num lance disputado aos 81 minutos, e que não mereceu ação disciplinar por parte do videoárbitro e do juiz principal da partida, Jorge Sousa. A Comissão de Instrutores abriu um auto por flagrante delito e deu razão ao clube leonino.

No entanto, o Braga apresentou recurso da decisão, que suspendeu o castigo, e que acabou mesmo por revogar a decisão.

“Decide-se revogar a decisão disciplinar disciplinar recorrida que sancionou o jogador nº 34 do Sporting de Braga, Raúl Silva, pela sanção de multa de 765 euros e dois jogos de suspensão”, pode ler-se no relatório publicado no site da Liga de Clubes.

Partilhar