PSP dispara balas de borracha antes do Ermesinde-São Pedro da Cova

Agentes da PSP patrulham uma rua do bairro da Ameixoeira no Lumiar, Lisboa, 17 de novembro de 2015. Oito pessoas foram hoje detidas na sequência de várias buscas domiciliárias em várias zonas de Lisboa, Loures e Beja, tendo sido também apreendidas cinco armas de fogo, anunciou hoje fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP). As 32 buscas domiciliárias, que tiveram início às 07:00 na Ameixoeira, decorreram em Benfica, na Alta de Lisboa, na Amadora, em São Julião do Tojal e em Beja. TIAGO PETINGA/LUSA

Adeptos do Ermesinde Sport Clube 1936 provocaram este domingo desacatos antes do jogo de futebol com o São Pedro da Cova e a PSP disparou balas de borracha para o ar, não havendo feridos a registar, informou fonte policial.

Junto ao estádio Campos dos Sonhos, em Ermesinde, antes do início do jogo de futebol entre as equipas do Ermesinde 1936 e São Pedro da Cova, os agentes da PSP tiveram de recorrer ao “uso de munições de baixa potencialidade letal”, conhecidos por balas de borracha, para repor a normalidade, disse à Lusa fonte oficial da PSP do Porto.

“A PSP fazia o acompanhamento da viatura onde se encontrava a equipa de São Pedro da Cova e alguns adeptos do Ermesinde provocaram desacatos, tendo-se insurgido contra a PSP e tendo sido necessário recorrer ao uso de munições de baixa potencialidade letal”, dando “dois tiros para o ar”, disse a mesma fonte, referindo que não houve feridos e que a normalidade foi depois reposta.

Após a ação da polícia, o jogo, do campeonato distrital da Associação de Futebol do Porto, decorreu normalmente, acrescentou a mesma fonte policial.

Partilhar