João Sousa entra no “top-40” de singulares e de pares

João Sousa ascendeu, esta segunda-feira, ao “top-40” de singulares e de pares do “ranking” ATP, na primeira atualização pós-Open da Austrália.

Djokovic cimentou a liderança mundial, enquanto Federer caiu do pódio.
O número um do ténis português chegou à terceira ronda do quadro de singulares, tendo caído apenas diante do japonês Kei Nishikori. Resultado que permitiu a João Sousa ascender ao 39.º posto da tabela.

No quadro de pares, Sousa fez história, juntamente com o argentino Guido Pella, ao ser o primeiro português a chegar às meias-finais de um torneio de Grand Slam, em qualquer vertente. Feito inédito que lhe permitiu escalar ao 32.º lugar da hierarquia mundial de pares.

Pedro Sousa caiu na primeira ronda do Open da Austrália, mas mesmo assim ganhou pontos para o “ranking”. O número dois nacional subiu ao 101.º lugar, melhor classificação da carreira, e está às portas do “top-100”.
João Domingues, que perdeu na última ronda do “qualifying” de Melbourne, escalou 11 posições e é, agora, 213.º da tabela. Gastão Elias desceu um lugar, para 246.º, já Gonçalo Oliveira subiu seis, para 282.º.

Novak Djokovic, que conquistou o sétimo título no Open da Austrália, cimentou a liderança do “ranking”, mas há uma surpresa no “top-10”.

Roger Federer caiu três posições e é, agora, apenas sexto, permitindo a Alexander Zverev, Juan Martín Del Potro e Kevin Anderson subirem para terceiro, quarto e quinto, respetivamente. Nishikori subiu ao sétimo lugar e Stefanos Tsitsipas, 12.º, esta cada vez mais próximo do “top-20”.

Partilhar