Sporting pede que Benfica “justifique os assuntos expostos nos e-mails”

O Sporting reagiu à detenção de Rui Pinto, alegado “hacker” responsável pelo roubo de correspondência do Benfica, e estranha o facto das águias ainda “não terem justificado” os casos explicitados no dito caso dos e-mails.

Fonte oficial dos leões, em declarações à Agência Lusa, disse que as várias intervenções públicas do Benfica não serviram para explicar “qualquer um dos inúmeros assuntos, muitos deles graves, expostos nos conhecidos e-mails”.

Ainda assim, o Sporting “confia na justiça para a defesa da verdade desportiva”, um dia depois da detenção, em Budapeste, de Rui Pinto.

Na quarta-feira, a Polícia Judiciária portuguesa anunciou que tinha sido “concretizada a detenção de um cidadão nacional de 30 anos de idade, sobre quem impendia Mandado de Detenção Europeu” e suspeito dos crimes de extorsão qualificada na forma tentada, acesso ilegítimo, ofensa a pessoa coletiva e violação de segredo a várias organizações.

Em conferência de imprensa, Carlos Cabreiro, porta-voz da PJ e diretor da unidade de combate ao ciber-crime, recusou ligar Rui Pinto, cujo nome não mencionou, ao “caso dos e-mails” do Benfica. “A extensão dos crimes e eventuais co-autorias ainda estamos a apurar. É um alvo que a PJ já tinha detetado e que está implicado no roubo de dados, mas é prematuro ligá-lo a qualquer alvo concreto”, frisou.

Partilhar