Coentrão quer jogar no estrangeiro antes de acabar a carreira

Sporting de Braga´s Sequeira (R) vies for the ball with Rio Ave´s Fabio Coentrao during their Portuguese First League soccer match held at Braga Municipal, Braga, Portugal, 6th October 2018. HUGO DELGADO/LUSA

Fábio Coentrão revelou, esta quarta-feira, que pretende jogar no estrangeiro antes de terminar a carreira de futebolista.


Questionado se gostaria de voltar ao Sporting, o defesa salientou que aprendeu a “nunca dizer nunca”, mas garantiu que só pensa em “ajudar o Rio Ave”, para já: “Ainda quero jogar dois ou três anos no estrangeiro antes de acabar a carreira. Não sei se vou sair em janeiro ou não, sei é que quero ajudar o Rio Ave, que é o clube a que devo a minha vida. Ajudou-me enquanto jogador e enquanto homem e eu quero retribuir.


O jogador participou na derrota do Rio Ave no terreno do Sporting, que custou a eliminação da Taça de Portugal. Foi um “regresso bonito” de Coentrão a Alvalade, ele que representou o Sporting na última época.
A derrota custou, contudo, Coentrão instou a equipa a “levantar a cabeça” e inverter os maus resultados. “Queremos ficar nos cinco primeiros no campeonato”, sublinhou o internacional português, de 30 anos.


Sobre as juras de amor ao Sporting que fez, enquanto jogador do Rio Ave, após o jogo para o campeonato, Coentrão admitiu que se explicou mal.
“Quando disse que adorava o Sporting disse a verdade, mas expliquei-me mal. O Rio Ave é o meu povo, a minha terra, o clube do meu coração.

Primeiro defendo a camisola que visto, depois o Sporting. Mas agora que já fomos eliminados, posso dizer que quero que o Sporting vença a Taça de Portugal”, sublinhou Fábio Coentrão, em declarações aos jornalistas.

Partilhar