Mourinho despedido do Manchester United e os números

Os números do Manchester United de José Mourinho, esta temporada, espelham a má campanha que a equipa está a realizar. No 6º lugar da Premier League, a 19 pontos do líder Liverpool, com 17 jornadas disputadas, o United perde mais de um ponto, por jogo, para o primeiro classificado.


No campeonato, a equipa tem sete vitórias, cinco empates e cinco derrotas. 29 golos marcados, 29 sofridos, “goal average” a zero. O Manchester City, por exemplo, tem um saldo positivo de 38 golos, entre os 48 marcados e os dez sofridos.


Se as derrotas com Liverpool, Manchester City e Tottenham podem não surpreender, as sofridas no terreno do West Ham e em Brighton foram chocantes. Se o empate com o Arsenal não foi relevante, os empates com Wolverhampton e Crystal Palace, no Old Traford, e fora com o Southampton são mais difíceis de explicar.


O clube tem 24 jogos realizados, entre Premier League, Liga dos Campeões e Taça da Liga. Venceu dez, empatou sete e perdeu sete. Mourinho não conseguiu vencer 58% das partidas realizadas, esta época.


Curiosamente, nas duas temporadas anteriores, Mourinho chegou ao final, em ambas, com 37 vitórias. No primeira, em 64 jogos; na segunda, em 56.
O primeiro ano em Old Trafford foi negativo na Premier League, com o United a terminar no 6º lugar, mas Mourinho deixou três troféus no museu do clube: Supertaça de Inglaterra, Taça da Liga e Liga Europa. No segundo ano, a equipa foi vice-campeã, chegou à final da Taça de Inglaterra, oitavos-de-final da Liga dos Campeões e quartos-de-final da Taça da Liga.


Esta temporada, além da má campanha na Premier League, o Manchester United já foi eliminado da Taça da Liga, depois de perder com o Derby County, no desempate por penáltis.


Mourinho termina a sua passagem por Manchester, com 144 jogos realizados: 84 vitórias, 32 empates e 28 derrotas.


O Manchester United anunciou esta terça-feira a saída de José Mourinho do comando técnico do clube. “Gostaríamos de agradecer-lhe pelo seu trabalho durante o tempo em que esteve no Manchester United e desejar-lhe sucesso no futuro”, pode ler-se no Twitter oficial dos red devils.

Partilhar