O departamento de gestão de vídeo-árbitro (VAR) para o Mundial 2018, a ter lugar na Rússia, vai ficar instalado no Centro Internacional de Retransmissões (IBC), em Moscovo, anunciou a FIFA, esta terça-feira.

O VAR vai acompanhar os jogos que se realizam em 12 estádios russos através de 33 câmaras, oito delas em "super slow", seis em modo "slow extra" e duas exclusivamente para analisar os lances de fora-de-jogo.

Recordando que o VAR será usado apenas para possíveis erros em golos, lances de grande penalidade, expulsões com cartão vermelho e dúvidas sobre a identidade de jogadores, a FIFA lembra que "o sistema terá um papel de apoio ao árbitro principal, sem tomar qualquer decisão, algo que será da competência deste".

A equipa do VAR será composta por três árbitros assistentes (VAR1, VAR2 e VAR3), todos eles da elite da FIFA e quatro operadores técnicos, responsáveis por selecionar a melhor câmara e o melhor ângulo nas repetições.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.