O Marselha foi condenado pelo Comité de Controlo e Disciplina da UEFA, esta quarta-feira, à realização de um jogo à porta fechada na Liga Europa desta época, devido a vários desacatos protagonizados pelos seus adeptos em jogos da competição na temporada de 2017/18.

Mas mais: os gauleses, nos quais alinha o português Rolando, vão ter ainda de pagar 100 mil euros e foram avisados de que se os problemas persistirem nas duas próximas épocas o clube pode ser excluído das provas uefeiras.

Os "ultras" do "OM" cometeram desacatos na final da Liga Europa em Lyon - vão ter também de pagar os estragos causados no recinto - na final da Liga Europa perdida para o Atlético Madrid (3-0), bem como nos encontros com os alemães do Leipzig e os austríacos do Salzburgo, cidades onde também causaram distúrbios.

Desta forma, com a punição hoje anunciada, o primeiro encontro que o conjunto do sul de França disputar em casa com adeptos terá os topos despidos, pois é nesta zona onde se concentram os mais radicais.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.