Carlitos Tévez , avançado argentino, foi um dos melhores marcadores na Europa durante vários anos, mas diz que não gosta de futebol.

Em declarações ao jornal "Clarín", o avançado do Boca Juniors falou sobre o gosto pelo desporto e a disputa pela Libertadores.

"Não gosto de futebol. Se está a dar o Barcelona-Real Madrid e noutro canal está a dar um torneio de golf, vejo golf. Nunca fui fanático por futebol. Gosto de jogar, e ter a bola nos pés".

Na Copa Libertadores, o equivalente à Liga dos Campeões sul-americana, o Boca Juniors está nas meias-finais frente ao Palmeiras.

Curiosamente, na outra meia-final, o maior rival River Plate alinha contra outra equipa brasileira, o Grémio. Tévez diz não pensar ainda sobre uma possível final contra o eterno rival:

"Não sei de nada porque, como disse, não vejo os jogos. Mas claro que o River é uma boa equipa. Mas não posso pensar numa final porque seria faltar ao respeito ao Palmeiras".

"Ganhar a Libertadores com o clube que amas é a melhor sensação que se pode ter como jogador", diz o avançado argentino, que venceu a prova em 2003 com o Boca.

Ao longo da carreira, Tévez representou o Boca Juniors, Corinthians, West Ham, Manchester United, Manchester City, Juventus e Shanghai Shenhua.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.