O Sporting venceu o Benfica (5-5 após prolongamento e 0-2 após penáltis), esta quarta-feira e, ao jogo quatro dos "playoff" da final do campeonato da Primeira Divisão, empataram o registo (2-2), forçando o recurso à "negra" para a decisão da atribuição do título.

No Pavilhão da Luz, a partida começou da melhor forma para os encarnados, que abriram o marcador logo ao segundo minuto, por intermédio de Fernandinho. Todavia, a vantagem não duraria mais do que um minuto.

Na resposta, Cardinal empatou para os verde e brancos, que dariam a volta ao "score" com propriedade, ganhando uma preciosa vantagem de três golos. Caio Japa, aos 11', Cardinal, "bisando", aos 13' e ainda Dieguinho elevaram a contagem para 1-4.

Praticamente em cima do intervalo, Deives (19') reduziria a "folga" leonina e, já na segunda metade, a desvantagem benfiquista passaria a mínima, com o 3-4 assinado por Fernandinho (outro "bis"), aos 28'.

Três minutos volvidos, com a equipa de Joel Rocha completamente balanceada para ataque, os campeões nacionais aproveitaram a toda a linha, com Divanei dar novo conforto aos comandados de Nuno Dias, que assistiu ao jogo das bancadas, por estar a cumprir castigo.

Aos 36', Fernandinho completou o "hat-trick" e Raúl Campos, a 34 segundos do fim, bateu André Sousa e "empurrou" o encontro para um prolongamento no qual não houve golos.

No desempate por penáltis, o Benfica não concretizou um único e o Sporting faturou por duas vezes, com Pany Varela a cobrar o castigo máximo.

A quinta e derradeira partida dos "playoff" está marcada para sábado, no Pavilhão João Rocha.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.