O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu aplicar uma repreensão oficial a Soares, na sequência do desentendimento com Hasan Yebda, durante o Belenenses-FC Porto (2-0), da jornada 28 da Primeira Liga, realizado a 2 de abril.

Desta forma, o avançado brasileiro dos azuis e brancos está disponível para ir a jogo no clássico de domingo, frente ao Benfica, a contar para a 30ª ronda do campeonato, que pode ser decisivo nas contas do título.

Soares, que viu ser-lhe instalado um processo sumaríssimo, escapa a uma suspensão, depois de ter afastado o argelino com o braço direito, num momento do encontro em que Gonçalo Paciência se encontrava caído na grande-área dos azuis do Restelo.

A decisão cumpre, na íntegra, a recomendação emanada pela Comissão de Instrução da Liga Portugal, à qual foi incumbida a responsabilidade de conduzir o processo e aconselhar quanto à pena a aplicar.

"O agente, a partir dos 62.32 minutos do jogo, após verificar que o seu colega de equipa, o jogador 14 (Paciência), se encontrava deitado no chão rodeado por dois jogadores do clube Os Belenenses, deslocou-se em direção aos mesmos, com vista a afastá-los do referido colega. Em acto contínuo e por volta dos 62.36 minutos, aproximou-se o jogador n.º 23 do clube Os Belenenses, Hassan Yebda, que segurou e agarrou o jogador Soares pela camisola, fazendo com que este, em reação, com um gesto brusco, o afastasse com o braço direito, tocando-lhe diretamente na zona entre a cara e o pescoço, culminando tal com a queda do jogador n.º23, Hassan Yebda, no chão. Conforme é relatado no Auto por infração verificada em flagrante delito elaborado pela Comissão de Instrutores da LPFP e nas imagens televisivas do jogo transmitido pela Sport TV, juntas ao presente auto", pode ler-se no acórdão do CD da FPF.

O Benfica-FC Porto arranca às 18h00 de domingo, no Estádio da Luz.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.