A UEFA anunciou, esta sexta-feira, que não instaurará processo disciplinar a Sergio Ramos, capitão do Real Madrid, que apareceu em campo durante os minutos finais do jogo entre Real Madrid e Juventus, da segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

O organismo que tutela o futebol europeu apoiou a decisão no relatório do delegado da partida, que explicava que o defesa-central espanhol, que falhou a partida devido a castigo, nunca chegou a estar ao nível do terreno de jogo. Ou seja, Ramos nunca chegou a pisar o relvado.

O central deixou o seu camarote e apareceu no túnel de acesso ao relvado, tendo ficado nas escadas a torcer pelo Real Madrid, que marcou, nos descontos, o golo que a apurou para as meias-finais da máxima competição continental, em que Ramos poderá participar.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.