O presidente do Olympiacos, Evangelos Marinakis, perdeu a paciência com os jogadores, no final do último jogo da equipa, um empate (1-1) caseiro com o Levadiakos, 10.º classificado do campeonato grego, e mandou-os a todos de férias, segundo avança a imprensa local.

Segundo a imprensa grega, Marinakis mandou todos os jogadores da primeira equipa de férias e apostou na formação para concluir a temporada. "Vou reconstruir o Olympiacos de uma ponta à outra. Os adeptos e eu já aguentámos bastante", terá dito. O Olympiacos, heptacampeão grego, está no terceiro lugar da tabela, com 54 pontos, menos três que o líder AEK, à falta de cinco jornadas para o final.

"Vocês só pensam nas belas casas em que vivem e nos carros. Não querem saber da equipa. Os jogadores da formação amam o Olympiacos e os adeptos mais do que vocês. Pago milhões para que vocês tenham tudo. Despedi três treinadores por vossa causa, mas parece que os culpados, afinal, eram vocês", acusou o presidente do Olympiacos.

Os jogadores não foram apenas presenteados com férias, contudo. Ainda segundo a imprensa da Grécia, Marinakis terá decidido multá-los em 400 mil euros. Segundo o dirigente, metade da sanção corresponde ao empate do fim de semana com o Levadiakos. A outra metade diz respeito a outro empate, no início do mês, diante do rival Panathinaikos.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.