A Polícia Judiciária estará a investigar jogos de futebol do Sporting para determinar se houve alguma tentativa de corrupção, por parte dos dirigentes leoninos. O "Correio da Manhã" avança que a PJ alargou o âmbito da investigação ao alegado esquema de suborno a árbitros no andebol e que um dos encontros sob suspeita, no futebol, é o Vitória de Guimarães-Sporting, da 3ª jornada da I Liga, que terminou com goleada dos leões, por 0-5.

O jornal avança que as instalações da SAD do Sporting estão a ser alvo de buscas pela PJ. Buscas que se estendem à casa de Paulo Silva. O empresário que denunciou ao "Correio da Manhã" um esquema de pagamentos a árbitros para beneficiar o Sporting no campeonato nacional de andebol, na temporada passada. Ano em que os leões se sagraram campeões.

De acordo com a informação veiculada, deverá haver detenções durante o dia.

O jornal entrevistou Paulo Silva, empresário que se diz arrependido por ter "cometido vários crimes" pelo seu sportinguismo, revelando que chegou a pagar dois mil euros a árbitros, recebendo comissões de 350 euros.

Para além disso, são publicadas mensagens trocadas entre o referido empresário e um outro intermediário, alegadamente sob ordens de André Geraldes, atualmente diretor de futebol do Sporting e que na altura trabalha nas modalidades do clube.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.