O motard Mário Patrão (KTM) juntou este domingo o triunfo no Rali Morocco Desert Challenge em todo o terreno à vitória na última etapa, de 220 quilómetros, que ligaram Tendrara e Oujda.

Patrão cumpriu a prova em 2:16.00 horas, batendo os colegas de equipa francês Duong Nguyen Khoa por 10.24 minutos e holandês Maikel Smits por 14.21.
No final, o português, que partiu para o derradeiro desafio com vantagem confortável, somou 34:36.50 horas, deixando Smits a 1:23.34 e Khoa a já bem distantes 4:43.28.

Nos carros, Paulo Ferreira (Toyota) foi quinto com 2:12.05, a 3.50 do colega de equipa francês Jean Pascal Besson, que bateu o polaco Jes Munk por 16 segundos e o belga Erwin Imschoot por 26, todos Toyota.

Na geral, Paulo Ferreira, que fez equipa com Jorge Monteiro, concluiu em sétimo, a 10:38.42 de Munk, que gastou menos 52.05 do que o checo Boris Vaculik (Ford) e 3:07.21 do que o holandês Maik Willems (Toyota).

Não fora o total de 10:10 horas em penalizações, o luso estaria no segundo posto a lutar pelo triunfo. 

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.