Julen Lopetegui foi destituído do cargo de selecionador de Espanha. Em conferência de imprensa, esta quarta-feira, o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, anunciou que o novo treinador do Real Madrid não orientará a "Roja" durante o Mundial 2018.

Na véspera, o técnico fora anunciado como novo treinador dos "merengues", notícia que abalou o futebol espanhol, a dois dias do início do Mundial. A saída de Lopetegui começou logo a ser falada, devido ao "timing" do anúncio da assinatura pelo Real, e o cenário confirmou-se.

"Agradecemos ao Julen tudo o que fez, porque ele é um dos grandes responsáveis por estarmos na Rússia, mas vemo-nos obrigados a destituí-lo. Uma coisa é ele ter feito um trabalho impecável. Outra coisa é como foram feitas as coisas. Para mim, Lopetegui é um profissional impecável mas as formas são importantes", anunciou Rubiales.

Rubiales garantiu que não se sente "traído" por Lopetegeui e admitiu que "o Real Madrid procurava um treinador e foi buscar o melhor".
"O problema é como as coisas foram feitas com total ausência de participação da RFEF. Não podemos deixar isso passar", frisou, acrescentando que "teria sido uma irresponsabilidade não atuar".

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.