Zlatan Ibrahimovic tem saudades de jogar pela seleção da Suécia.

O ponta de lança que ainda recupera de lesão no Manchester United não rejeita uma presença no Mundial da Rússia, embora admite que “sem jogar” será complicado cumprir essa vontade.

Aos 36 anos, o internacional confessa que “a seleção nacional faz falta” na sua vida profissional, mas que precisa de “sentir” que “pode jogar bem.
“Se quiser, regresso”, atira convictamente o carismático avançado sueco.

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.