O guarda-redes Hugo Lloris foi condenado a pagar uma multa de 50 mil libras, o equivalente a cerca de 56 mil euros, e ainda a pena a acessória de inibição de conduzir durante 20 meses por ter sido apanhado a conduzir sob os efeitos do álcool.

O jogador do Tottenham foi detido a 24 de agosto ao volante do seu Porsche Panamera depois de uma operação de controlo da polícia em Gloucester Place, no centro de Londres, quando já passsava das 2h da manhã. 

Hugo Lloris, que representa os ingleses do Tottenham, foi detido e, mais tarde, libertado sob fiança.

Segundo as provas apresentadas em tribunal, o campeão do mundo apresentava mais do dobro do valor permitido de álcool no sangue. 

A taxa de alcoolemia era de 80 microgramas de álcool por 100 mililitros de hálito, mais que o dobro do limite legal no Reino Unido, de 35 microgramas por litro para a mesma quantia de hálito.

 

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.