Gonçalo Oliveira não passou da primeira ronda do Challenger de Ostrava, na República Checa.

Esta terça-feira, o 216º do "ranking" ATP e sexto pré-designado da prova, foi derrotado pelo bielorrusso Uladzimir Ignatik, com pior cotação (226º).

Em três "sets" e ao cabo de uma maratona de quase três horas de jogo, Oliveira, que começou por ganhar o primeiro parcial, por 6-4, perderia nos dois seguintes, por 3-6 e 6-7 (4-7 no "tie-break").

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.