Gonçalo Oliveira foi eliminado do Challenger de Alicante, em Espanha, logo na 1ª ronda, por Pablo Andújar. O tenista português, 214 do mundo, tinha pela frente o número 598. Aparentemente, um obstáculo acessível, mas era um "presente envenenado".

Andújar já foi um tenista de top-50 e esteve sem competir durante um largo período de tempo, o que o prejudicou a nível de ranking. Integrou o quadro principal do Challenger de Alicante, por convite da organização, e bateu Gonçalo Oliveira, por duplo 6-2, em 90 minutos.

O tenista português tem novo desafio frente a Andújar, na variante de pares. Gonçalo faz dupla com o australiano Rameez Junaid e o espanhol alinha ao lado de Marcel Granollers.

Na 2ª ronda de singulares, Andújar defronta o seu compatriota Jaume Munar (200), que no primeiro jogo eliminou o francês Kenny de Schepper (173).

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.