O luxemburgês Gilles Muller, finalista vencido de 2017, foi eliminado, esta quarta-feira, na segunda ronda do Estoril Open.

O número 28 do "ranking" ATP, que defendia o estatuto de quarto cabeça-de-série, caiu diante da jovem promessa norte-americana Frances Tiafoe, 64.º da hierarquia mundial, em dois "sets": 6-4 e 7-5.

Nos quartos de final, Tiafoe medirá forças com o "qualifier" italiano Simone Bolelli. O número 153 do "ranking" mundial, venceu uma batalha de mais de duas horas frente ao argentino Federico Delbonis, 79.º do mundo, em três "sets", pelos parciais de 3-6, 7-5 e 6-2.

Também na segunda ronda, está o inglês Kyle Edmund, 23.º do mundo e terceiro cabeça-de-série do torneio, que bateu o jovem "wild card" australiano Alex de Minaur, 111.º, por 6-2 e 7-5.

Edmund defrontará, nos "quartos", o português João Sousa, número um nacional e 68.º do mundo, que superou o "wild card" Pedro Sousa, número três nacional e 143.º ATP, e três "sets", numa batalha de quase duas horas e meia que culminou num 4-6, 7-6(1) e 7-5.

No torneio de pares, João Sousa competiu, na primeira ronda, ao lado do argentino Leonardo Mayer e foi feliz.

Os dois tenistas bateram a dupla formada pelo uruguaio Ariel Behar e pelo mexicano Miguel Angel Reyes-Varela, em dois "sets", pelos parciais de 6-4 e 7-6(4).

As seguintes duplas também avançaram para a segunda ronda: John Peers e Jean-Julien Rojer, Jonathan Eysseric e Joe Salsbury, e Marc López e David Marrero.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.