O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu um processo disciplinar aos incidentes registados no Feirense-Benfica (2-0) do último sábado, a contar para a jornada 28 da Primeira Liga.

O inquérito, aberto pelo órgão presidido por José Manuel Meirim, dirá respeito, entre outros episódios, ao arremesso de um petardo para o relvado, proveniente da bancada onde se encontravam os adeptos afetos aos encarnados.

O engenho pirotécnico acabou por rebentar numa zona onde se encontravam o guarda-redes Caio Secco, do Feirense e ainda o árbitro Manuel Mota.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.