O FC Porto perdeu este domingo a final da Taça Continental frente ao Barcelona, por 6-5, após grandes penalidades, numa partida disputada no Pavilhão Municipal de Barcelos.

Num reedição da final da Liga Europeia da época passada, onde o Barcelona venceu por 4-2 no Dragão Caixa, o duelo começou bastante equilibrado, mas foram os catalães que marcaram primeiro: Ignácio Alabart marcou num contra-ataque e Pablo Álvarez dilatou a vantagem. Já em cima do intervalo, Reinaldo Garcia, antigo jogador dos blaugrana, reduziu para o FC Porto.

Na segunda parte, os dragões chegaram ao empate através de Rafa, mas Marc Gual, a cinco minutos do fim da partida fez o 3-2. Os catalães nem tiveram tempo para festejar já que Hélder Nunes, capitão dos dragões, fez o empate a três numa jogada de insistência segundos depois, resultado com que se chegou ao fim do tempo regulamentar.

No prolongamento nada se resolveu e o jogo seguiu para os penáltis. Para o FC Porto, Gonçalo Alves e Telmo Pinto marcaram enquanto no Barcelona Marc Gual e Ignácio Alabart conseguiram bater Nélson Filipe. Na morte súbita, Gual voltou a conseguir marcar, enquanto Gonçalo não enganou Aitor Egurrola.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.