A SAD do Benfica anunciou, esta quarta-feira, que vai recorrer da suspensão aplicada a Lema, depois da expulsão no clássico, e da multa pela difusão de música alusiva às touradas.

Em nota publicada no site oficial da águias, o clube confirmou que vai "apresentar os competetentes recursos" junto do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol sobre os castigos aplicados a Lema e pela "difusão de uma música" no final da partida.

As águias foram multadas em 765 euros por reproduzir uma música associada às touradas no final do clássico.

"Depois do jogo ter terminado e quando as equipas regressavam aos balneários, foi difundida através da aparelhagem sonora do estádio um música do género Paso Doble (Estilo musical utilizado nas corridas de touros)", pode ler-se no relatório do Conselho de Disciplina.

Lema foi expulso no clássico frente ao FC Porto por acumulação de amarelos e foi suspenso por uma partida. O emblema encarnado acredita que o central argentino foi mal expulso e que o castigo deve ser revogado.

O Benfica confirmou ainda que o recurso apresentado no Tribunal da Relação de Lisboa em relação à sanção pecuniária aplicada pelo IPDJ pelo "comportamento dos adeptos obteve integral provimento", ou seja, as águias não terão de pagar a multa de 56 mil euros aplicada.

Recorde-se que o Benfica foi ainda castigado pelo IPDJ com um jogo à porta fechada, decisão que ainda continua a tentar reverter junto das instâncias necessárias.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.