O Benfica cortou quase 100 milhões de euros na dívida à banca, cumprindo a promessa do presidente, Luís Filipe Vieira, e do administrador executivo, Domingos Soares Oliveira.

Em comunicado à CMVM, os encarnados anunciaram terem procedido, nas últimas semanas, a um reembolso total de 97,3 milhões de euros ao Novo Banco e ao BCP. A última tranche foi paga esta quinta-feira, no valor de 37,8 milhões de euros.

Os dois outros reembolsos tinham sido concretizados a 28 de fevereiro, de 2,5 milhões de euros, e a 29 de março de 2018, de 57 milhões de euros.

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.