Bebé defende que não teve as oportunidades necessárias, no Benfica, para mostrar o seu valor, depois de uma boa época no Paços de Ferreira.

Bebé foi muito jovem para o Manchester United, com 20 anos, e não se conseguiu afirmar na equipa de Alex Ferguson. Chegou ao Benfica em 2014, mas disputou apenas seis jogos, antes de ser cedido ao Córdoba.

O extremo português assume que chegou "cedo demais" ao gigante inglês, em que era um desconhecido, com o fantasma de Cristiano Ronaldo em cima. Já na Luz, queixa-se de falta de oportunidades.

"Antes de ir para o Benfica, tinha tido uma temporada muito boa no Paços de Ferreira, foi por isso que me contrataram. Depois, foi opção do treinador ou do presidente ou de outras pessoas que se calhar não me queriam dar muitas oportunidades. No Manchester, sabia que era difícil e que não ia jogar, mas foi uma experiência boa", assegura o jogador.

Com maior ou menor sucesso, todas as experiências por que passou ajudaram Bebé a crescer e a tornar-se melhor jogador do que era na Luz.

"Vou aprendendo cada vez mais coisas novas. Todos os dias aprendo. Sou um jogador muito diferente, mais inteligente, que tenta jogar mais simples do que há três anos. Estou muito mais maduro, muito mais jogador, muito mais homem.Estou no bom caminho".

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.