A McLaren sofreu vários contratempos nos dois primeiros dias de testes da pré-época 2018 da Fórmula 1 que decorrem em Barcelona, mas, não obstante os problemas sentidos, Fernando Alonso garante que o MCL33 está pronto para o arranque do Mundial, na Austrália – como se fosse “amanhã”, frisou o espanhol.

Se na terça-feira, Stoffel Vandoorrne teve problemas com a bateria, na quarta-feira Alonso foi obrigado a trocar o motor Renault do seu McLaren, com a equipa britânica a estar claramente no último lugar de voltas testadas nesta última ronda de testes no Circuito de Barcelona-Catalunha.

Mas isso não é um problema para o espanhol, pois Alonso garante que o que havia de importante a testar foi feito e o carro está pronto para o primeiro grande prémio da época, no dia 25.

Nesta quinta-feira voltará a ser Vandoorne a testar; Alonso regressará à pista na sexta-feira. “Esperamos descobrir coisas novas no carro. Mas se [a corrida na] Austrália fosse amanhã está tudo bem. Provavelmente, precisamos do último dia para fazer umas voltas, algumas saídas longas, para verificar cisas extra que sempre se descobrem num carro novo”, acrescentou.

O asturiano frisou, porém, nestas declarações veiculadas pelo «Crash.net», que os objetivos propostos para os testes foram atingidos: “Em termos de respostas fundamentais que precisamos de ter nos testes de inverno, estão bem e temo-las todas, por isso, para ser honesto, não preciso do último dia [de testes].”

 

Newsletters

Subscreva gratuitamente as newsletter e receba o melhor da actualidade desportiva e as nossas promoções.